Como calcular o custo da arroba do seu rebanho

Custo da Arroba

Para o pecuarista de gado de corte, a referência de lucro é a produção de arroba do gado. Sendo assim, para saber se a receita com a venda rebanho de corte está trazendo bons resultados financeiros é preciso saber quanto está custando para se produzir cada arroba. É aí que entra o desafio de como calcular o custo da arroba do seu rebanho.

Vale destacar que Planejamento, Organização, Controle e Liderança fazem parte dos pilares da administração não é por acaso. Como podemos perceber, estes pilares são a base para qualquer gestor e antecede todas as ações a serem implementadas. Sendo mais específico, os primeiros passos para saber qual o custo da arroba produzida é o levantamento, registro e organização dos dados coletados durante o período produtivo.

Com as informações dos custos de produção da arroba (@), é possível se organizar financeiramente e fazer seu planejamento estratégico com mais clareza. Mas mesmo sabendo que esta é uma ação de muita importância para o pecuarista de gado de corte, Muitos acabam não fazendo este levantamento. Um dos motivos que leva a isto, pode ser a dificuldade, de alguns, para levantar e organizar as informações necessárias para o cálculo.

Por isto, o método abaixo tem uma base prática e objetiva, para que o pecuarista não fique no escuro, uma vez dominado o método nada impede o pecuarista de aprimorá-lo.

Como citado acima é muito importante lançar os custos envolvidos na produção da arroba (@), e de preferência lançar as despesas da fazenda por categorias como por exemplo:

Despesas fixas da fazenda:

Despesas com mão-de-obra, aluguéis, água, consumo de energia elétrica, telefone e qualquer outra despesa que seja recorrente.

Despesas variáveis da fazenda:

Podemos incluir aqui despesas com mão-de-obra temporária, materiais utilizados em benfeitorias e manutenções em instalações, material de escritório e outros.

Alimentação do Rebanho Corte:

Farelos, milho, melaço, sal mineral, manutenção de pastagens, despesas com limpeza e conservação de pastagens, adubação de cobertura, fertilizantes é defensivos agrícolas.

Farmácia veterinária:

Todas as despesas com compra de vacinas, vermífugos, carrapaticidas, medicamentos em geral, material de desinfecção e limpeza, enfim todas as despesas utilizadas na saúde do gado de corte.

Máquinas e Equipamentos:

Todos os gastos relacionados a compra de veículos, caminhões, tratores, máquinas, equipamentos e aquisição de ferramentas. Podemos incluir aqui arreios para montaria, enxadas, enxadões, foices, baldes, vassouras e as manutenções realizadas.

Impostos:

Taxas, juros e toda despesa com encargos sociais (FGTS, ITR, INSS, IPVA)

Levantados os custos, agora vamos identificar a arroba (@) do rebanho, uma fórmula simples e bem utilizada é:
Total de (@) Produzida; isto você consegue pegando o Peso da (@) final: subtraindo (–) peso da (@) inicial; somado (+) ao peso (@) dos animais vendidos

Na falta de uma balança para pesar seus animais, você pode lançar mão de um método de Pesar o gado sem balança, temos uma matéria sobre isto em nosso material de apoio.

Agora para calcular custo da arroba (@) produzida some todos os custos, é em seguida basta dividir a despesa pela quantidade de @ produzida. Muita atenção, pois para sua conta ficar correta, é preciso pegar o mesmo período produtivo da arroba (@) com o mesmo período das despesas da fazenda.

Por exemplo, se você quer pegar os custos da produção de Janeiro a dezembro, devemos pegar os dados de produção e  custos compreendido dentro deste período. Caso queira ganhar em praticidade tem softwares de gestão pecuária, que podem te ajudar muito nestes levantamentos, experimente um e  deixe seu controle da fazenda em dia.

Contato Comercial
Falar com Consultor
1
Bem vindo ao suporte Procreare.
Precisa de ajuda? Fale com o supote!