A vaca foi pro brejo

A vaca foi pro brejo.

Um sábio passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita.

Chegando ao sítio constatou a pobreza do lugar. A casa era de madeira. Faltava calçamento e os moradores, um casal e três filhos, trajavam roupas bem gastas e tinham aparência sofrida.

O sábio aproximou do pai daquela família e lhe perguntou:

– Neste lugar não há sinais de comércio e nem de trabalho, como senhor e a sua família sobrevivem aqui?

O senhor calmamente lhe respondeu:

– Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros de alimentos e com a outra parte nós produzimos queijo, coalhada e outros produtos para nosso consumo. Assim, vamos sobrevivendo.

Depois de algum tempo de conversa, o sábio contemplou o lugar por alguns minutos, despediu-se e partiu. Ao sair, voltou ao seu discípulo e o ordenou:

– Aprendiz, pegue a vaquinha, leve-a ao brejo e jogue-a lá dentro.

O jovem arregalou os olhos espantando e questionou o mestre:

– Mas mestre, este é o único meio de sobrevivência daquela família!

Como percebeu o silêncio absoluto do seu mestre, foi cumprir a ordem. Assim, empurrou a vaquinha morro abaixo e a “vaca foi pro brejo”

E Mestre e discípulo seguiram caminho. Um tempo passou, mas aquela cena ficou marcada na memória daquele jovem. Um belo dia ele resolveu voltar naquele mesmo lugar e contar tudo àquela família, pedir perdão e ajudá-los. Assim fez.

Quando se aproximava do local avistou um sítio muito bonito no lugar, ficou triste e imaginando que aconteceu com a família que morava ali.
Chegando ao local, foi recebido por um caseiro muito simpático e perguntou sobre a família que ali morava, ao que o caseiro respondeu:

– Continuam morando aqui. vou chamá-los

Quando viu que se tratava das mesmas pessoas que visitara com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao dono:

– Como o senhor melhorou este lugar desta forma?

E o senhor, entusiasmado, respondeu-lhe:

– Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no brejo e morreu. E quando a vaca foi pro brejo, nós choramos, ficamos preocupados mas percebemos que por mais que chorássemos ela não voltaria mais. Foi aí que percebemos que daquele dia em diante teriamos que fazer outras coisas para sobreviver. Começamos a explorar novas habilidade e assim, fomos dia após dia alcançando as coisas e chegamos nisto que pode ver.

Conclusão, tem dois fatores que fazem as pessoas crescer, a CURIOSIDADE e a NECESSIDADE, a curiosidade nem sempre e aguçada em algumas pessoas, mas a necessidade pode fazer milagre!!!!

Adaptado por Ângelo Carvalho.