Raça Auroques

Gado extinto e desejado por nazistas é “ressuscitado”

É um tipo de gado gigante extinto em 1627 e que por milhares de anos foram considerados os maiores mamíferos da Europa, chegando a mais de 2 metros e considerada como um tipo de  bovino superior.

Por suas caracteristicas,  essa espécie foi reverenciada por Adolf Hitler e outros nazistas, encaixando-se nas propagandas como símbolo de pureza racial e poder.

Este gado pode voltar a vida

Os genes dos auroques são encontrados em várias vacas e touros europeus, permitindo, por meio da engenharia genética, a criação de uma prole bastante similar a esses ancestrais.

O projeto Taurus, iniciado em 2008, é o responsável por trazer de volta a espécie. Segundo o ecologista Ronald Goderie, chefe do Taurus, o objetivo é buscar um elemento que possibilite um equilíbrio ecológico. ”Precisamos de um herbívoro completamente resistente a predadores, ainda fazendo um trabalho de jardinagem em várias áreas selvagens”, declarou Ronald à CNN. O auroque, também conhecido como bisão europeu, se encaixa muito bem nesses parâmetros.

O genoma dos auroques foi completamente sequenciado na University College Dublin, permitindo a recriação do gado. Já há a quarta geração da espécie, que se aproxima muito mais ao animal original do que as anteriores. Segundo Goderie, a prole desejada deve ser obtida na sétima geração, prevista para chegar em 2025.

Essa não é a primeira vez que tentam trazer a espécie de volta. Autoridades nazistas solicitaram aos zoologistas Heinz e Lutz Heck que criassem uma espécie bovina superior a partir dos genes de auroques. Foi produzida a raça conhecida como Super Heck, que possuía dimensões menores que as do bisão europeu. As últimas Super Hecks foram sacrificadas em 2015 por um fazendeiro britânico, pois o gado apresentava uma agressividade intensa.

A História

O gado Auroque surgiu na Ásia, e migrou para a Europa há 320 mil anos atrás, antes mesmo do início da migração humana para o continente. Há 80 mil anos, o Auroque passou a habitar os estepes e pradarias da Europa, mas apenas há 8 mil anos, o boi primitivo começou a ser domesticado pelo homem.

O auroque, é um tipo extinto de grandes gado selvagem que habitaram a Europa, Ásia e norte da África. É o antepassado do gado doméstico. As espécies sobreviveram na Europa os últimos exemplares que se tem notícia, morreu na Floresta Jaktorów, na Polónia em 1627. O antigo auroque alcançava uma altura de cerca de 1,8 a 2 metros de comprimento e cerca de 3 metros. Cada um dos seus dois chifres podia ter mais de 75 centímetros de comprimento.

auroque pintura rupestre

Por ser uma raça de difícil domesticação, o auroque sofreu com a caça, e acreditam que o último indivíduo morreu em 1627, na floresta de Jaktorowka, na Polónia.

Recentemente, tem-se discutido a separação do auroque como variedade distinta do boi doméstico, visto que estudos genéticos sugerem que pertenceram ambos à mesma espécie (Bos taurus), sendo, assim, o auroque seria a raça mais antiga de gado bovino.