Arroba x Peso vivo

Arroba do Boi.

Entenda a diferença entre considerar um boi pela arroba ou pelo peso vivo, aprenda fazer o cálculo.

Origem da medida em Arroba

A arroba é uma medida de origem árabe ( الربع; “ar-rub”) que significa a quarta parte.  É a quarta parte do “quintal” (unidade de medida que equivale a aprox. 60 kg) , utilizada pelos mesmos árabes e difundida provavelmente na relação que existiu entre os povos ibéricos com os árabes, no tempo em que parte da Espanha esteve sob domínio muçulmano. Pois bem, originalmente, uma arroba equivale à quarta parte do quintal, então se pegar  ¼ de 60kg chegamos no número de 15 quilos considerados atualmente. E essa medida pode variar de acordo com a cultura ou com o povo que a utiliza. Por isto podemos encontrar algumas divergências.

Mas se no Brasil, o valor da arroba é convencionada 15 kg, porque ainda fica uma confusão no mercado? Essa confusão deriva da diferença entre peso vivo e peso de carcaça. Achamos com frequência textos considerando peso de animais ou de carcaça totalmente fora do que realmente é real. Vamos entender então:

O peso vivo

O peso vivo de um bovino é o total pesado em balança. Como o nome diz, é o peso total do animal, vivo.

Peso da carcaça ou peso morto

Quando se fala em arroba, se faz referência ao peso da carcaça, também é comum usar o termo peso morto no lugar de carcaça, ou seja, o peso da carne com o osso. Desconta-se então o total pesado pelo sebo, couro, patas, cabeça e entranhas. A carcaça – carne e osso – representa algo em torno de 50% do peso vivo do boi. Os outros 50% são couro, sebo, sangue e a soma de todos os outros miúdos e do material ruminal.

Por representar cerca de 50% do peso do animal, normalmente acaba-se calculando diretamente a quantidade de arrobas dividindo o peso vivo por 30. Este número já é considerado a quantidade da arroba (15 kg) e o rendimento da carcaça, que é em torno de 50%. Acompanhe como fica:

Se usado o peso bruto:
Peso bruto / 30 = quant. de arroba ou 500/30= 16,67 arroba.

Se usado a carcaça:
Carcaça / 15 = quant. de arroba ou 250/15= 16,67 arroba.

Geralmente, pessoas não acostumadas ao conceito do uso da arroba e do rendimento de carcaça, sendo assim, a confusão não está na transformação de quilos para arroba. O problema mora no fato de que o peso vivo em quilogramas é usado para o animal vivo, enquanto a arroba é usada para o total da carcaça, mesmo quando falamos dos animais ainda vivos.

Por exemplo, um boi de 300 kg de peso vivo é um boi de 10@. No entanto, 300 kg divididos por 15 é igual a 20 e não 10.

Mesmo com o animal ainda vivo, quando falamos em arrobas estamos considerando o peso que será obtido com a carcaça. Por isso que o peso do boi do exemplo é igual a 10@. São 300 kg de peso vivo, dos quais apenas 150 kg (ou 50%) são carne e osso, ou carcaça propriamente dita. O peso de 150 kg dividido por 15 é igual a 10@.

Este raciocínio é automático para quem está acostumado. Quem ainda não se acostumou com os conceitos, podem fazendo o seguinte cálculo:

Peso em arroba = (Peso Vivo x Rendimento da Carcaça em %) / 15

No exemplo do texto, o peso vivo é 300 kg que multiplicado por 50% (rendimento de carcaça) chega a 150 kg da carcaça. Divide-se o peso da carcaça por 15 e chega-se às 10@.

Na prática, os dois modelos são usados para se calcular o rendimento da carcaça. O pecuarista pesa o animal em sua fazenda, obtém o peso vivo do animal antes do embarque. O frigorífico, passa ao produtor o peso da carcaça que foi obtido após o abate.

Esse peso geralmente é repassado em quilogramas e não em arrobas. Mesmo assim, de imediato, ou o próprio frigorífico ou o pecuarista já o transforma em arrobas, dividindo o total por 15.

Com as informações, o pecuarista compara a pesagem do frigorífico (carcaça) com a pesagem feita na fazenda (peso vivo) e chega ao rendimento de carcaça:

Como calcular o Rendimento de carcaça:

Rendimento da Carcaça em % = (Peso da Carcaça no Frigorífico em Kg / Peso vivo na Fazenda em Kg) x 100

Outro exemplo. Imagine que um animal tenha sido pesado em 520 kg na fazenda, antes do embarque. Depois de abatido, o frigorífico informa que o peso da carcaça foi de 275 kg ou 18,33@.

O peso da carcaça (275 kg) dividido pelo peso vivo na fazenda (520 kg) é igual a 0,5288. Multiplicando por 100, para transformar em porcentagem, chega-se ao valor de 52,88% de rendimento de carcaça.

Para não gerar confusão,  vale destacar que o rendimento depende da condição corporal, cobertura de gordura, sexo, raças, nutrição e peso vivo no momento do abate. Por isto podemos encontrar diferentes rendimentos de carcaça dos animais que serão, ou foram, abatidos. Tal rendimento pode ser 48%, 54% ou qualquer outra porcentagem em torno disto.

Então cuidado quando comparar simplesmente a medida em quilogramas com as arrobas. É preciso lembrar que estamos comparando duas situações diferentes e que estão sujeitas a variáveis.

Não resta dúvida que o ideal seria que todas as unidades fossem padronizadas. mas já ajuda muito saber de que medida se está falando e para qual situação: peso vivo ou peso da carcaça.